Glaucoma - Oftalmoclínica Icaraí Glaucoma - Oftalmoclínica IcaraíOftalmoclínica Icaraí

Glaucoma

glaucomaO glaucoma é a segunda causa de cegueira no mundo e sua acomete entre 1,5 a 2% da população. São fatores de risco para a progressão da doença a PRESSÃO INTRA OCULAR
ELEVADA, A MIOPIA, A RAÇA NEGRA E ORIENTAL, DIABETES, HIPERTENSÃO ARTERIAL, O ENVELHECIMENTO E PRINCIPALMENTE A HEREDITARIEDADE.

O diagnóstico e o tratamento do glaucoma possibilitam a paralisação da doença na maioria dos casos. Nos pacientes sem tratamento a evolução da doença é lenta e sem sintomas, mas as lesões do Nervo Óptico e as consequentes perdas visuais são progressivas e irreversíveis após sua instalação.

O exame do NERVO ÓPTICO e o exame de a CAMPIMETRIA ou CAMPO VISUAL COMPUTADORIZADO devem ser realizados pelo menos duas vezes ao ano nos pacientes em tratamento e uma vez ao ano nos pacientes considerados suspeitos (pacientes que apresentam fatores de risco). As alterações a CAMPIMETRIA só aparecem após a perda de metade da camada de fibras nervosas do nervo óptico. O exame de análise de camada de fibras nervosas pela tomografia de coerência óptica (OCT) fornece dados objetivos cuja interpretação auxilia no diagnóstico precoce de casos suspeitos ou atípicos, bem como no monitoramento da eficácia do tratamento.

O tratamento preferencial do glaucoma é o tratamento clínico, através de colírios que reduzem a pressão intra-ocular. Na maior parte das vezes, o tratamento clínico do glaucoma é para toda a vida, e a medicação não pode ser interrompida sem a avaliação do oftalmologista, sob risco de piora do dano glaucomatoso. Além do tratamento com colírios existem o tratamento a LASER e as cirurgias ANTI GLAUCOMATOSAS, nos casos refratários ao tratamento clínico.

glaucoma2
glaucoma3

Left Menu Icon